Como fazer uma mochila

Ah! Setembro, Setembro… És mesmo o meu Janeiro!

E quem vai para uma escola nova tem direito a um mimo especial! Já tinha saudades de fazer uma mochila e esta ficou tão gira que me custou um bocadinho ver-me livre dela 🙂 Mas uma encomenda é uma encomenda e na hora do adeus é preciso dizer adeus!
* children backpack *

O painel da frente é o bolso e é de bombazine branca. A aplicação do mocho tem vários tecidos de algodão, feltro e uma fita de viés rendada a fazer de tronco.

 

* Children backpack *

Nesta mochila não usei os meus botões mas usei aplicações de lantejoulas em forma de flor e folhas e fez muita diferença!

* DSCN3188_1 *

O friso ou vivo de pijama foi feito por mim Tutorial Aqui no mesmo tecido que usei no forro, que claro está de pandã com as folhas do padrão do tecido 🙂

* DSCN3187_1 *

E por falar em tecido este foi um verdadeiro achado, é uma espécie de sarja estampada. Nunca tinha visto nada assim e não voltei a ver. A sorte é que ainda tenho algum de sobre para os meus kits de mochilas.

* DSCN3191_1 *

O modelo da mochila é o De Volta à Escola e resulta sempre! O bolso é muito útil para pequenas coisas como a chucha, a pomada, a escova do cabelo, por aí.

E como esta mochila é um disco pedido teve ainda direito de um saco para a muda da roupa a condizer:

DSCN3192_1

Assim dá muito gosto regressar à escola!

Os kits das mochilas e das aplicações estão disponíveis  Aqui.

Bom regresso às aulas!

 

Onde Aprender a fazer Crochet

O crochet é uma das minhas paixões e sempre quis que tu desse lado quisesses aprender crochet. Mas o crochet, para quem nunca segurou numa agulha, não é fácil de aprender só de boca!

O crochet é muito versátil e é muito mais que naperons e colchas de cama e, dependendo do material que escolhes, podes fazer roupa, acessórios, bijuteria, peças de decoração da tua casa como mantas, almofadas, colchas, cortinas, tapetes… Eu sei lá! Tanta coisa 🙂

E se calhar também já te perguntaste: onde aprender a fazer crochet?

Por isso chegou a altura de aprenderes e eu vou estar a ensinar. Preparei um workshop de iniciação para quem nunca pegou numa agulha ou para quem se lembra de ter sido ensinado pela avó mas já esqueceu! Neste workshop vais poder executar um projeto do inicio ao fim e levá-lo contigo para casa!

Workshop de Iniciação ao Crochet

O workshop terá lugar dia 10 de Setembro, com inicio às 18h30 e duração de 3 horas. A Companhia das Agulhas fica muito em mão, ao pé do Corte Inglês em Lisboa e tem o metro a menos de 2 minutos da porta. Além disso a escola  é super simpática e acolhedora e a nossa sala é um mimo! E é sempre uma oportunidade para estarmos juntas e trocarmos umas ideias sobre o assunto!

Eu vou estar lá para te guiar neste projeto que podes depois oferecer à tua cara metade, à tua mãe ou a alguém que te seja especial! E para este workshop não precisas de trazer nada. Os materiais estão incluidos!

As inscrições são feitas através da escola e o mail da escola é: companhia.agulhas@gmail.com

E se quiseres continuar a aprender, depois deste workshop de iniciação vou estar todas as 5ªs feiras, no mesmo horário a dar aulas livres de crochet. Como funcionam? Simples, escolhes um projeto que queiras fazer, trazes os materiais e tens acompanhamento semanal para venceres aquelas partes difíceis e aprenderes as técnicas que desconheces!

Vem aprender a fazer crochet!

Como Regressar à Rotina

Regressar à rotina…

Agosto acaba aqui e Setembro já está à espera. A maioria das pessoas já foi e já veio de férias e recomeça o ciclo de sair definitivamente do modo férias, para entrar no modo vamos estar a trabalhar mais um ano até às próximas férias.

Para mim este recomeço é um assunto sensível. Setembro é o meu Janeiro. É aquele mês em que me apetece arregaçar as mangas e implementar novas estratégias que me facilitem o dia a dia e me deixem com mais tempo para aquilo que gosto de fazer.

E esta minha obcessão com a organização e com a gestão do tempo não vem de nenhum comportamento obcessivo-compulsivo! Antes pelo contrário, eu detesto a generalidade das tarefas domésticas e custa-me horrores lembrar-me de tudo o que as miúdas precisam, e de tudo o que precisa ser feito. E pior, detesto o tempo que isso me tira e a forma como me impede de me dedicar com mais afinco aos meus projetos.

Ser mãe mudou por completo o meu tempo e isso obrigou-me a desenvolver um sistema de organização que me permita controlar tudo aquilo que precisa de ser controlado com o mínimo de esforço meu e que me permita ganhar algum tempo para mim. Depois fui mãe mais uma vez, e depois dessa ainda outra vez! E com o meu tempo a ser cada vez mais encurtado o meu sistema de organização foi sendo cada vez mais apurado e funcional!

Não é preciso ser mãe de 3 crianças, trabalhar a tempo inteiro, e ter esta ambição de construir qualquer coisa de especial na vida. Todas nós precisamos de tempo para o que mais gostamos de fazer, mesmo sem trabalho ou sem filhos o nosso tempo não deve ser desperdiçado. Cumprir as obrigações sim, mas não há nada que diga que as coisas não podem ser feitas com pouco esforço e gastando só o tempo necessário!

E sei que não sou a única mulher que sente esta necessidade de ter tempo. Eu posso querer gastar o meu tempo em projetos de agulhas, lãs e tecidos e tu podes preferir ir ao ginásio, ao cinema ou simplesmente ler. O que fazes com o teu tempo é uma escolha.

E foi ao perceber que esta minha necessidade é comum a mais mulheres que decidi compilar todo o meu sistema de organização em algo que tu possas também usar com sucesso. E é precisamente isso que te quero apresentar: o meu S.O.S. Organizar!

SOS_Organizar_site

O S.O.S. Organizar é uma ferramenta de apoio à organização das várias vertentes da nossa vida e que inclui:

  1. mais de 70 mapas e planos digitais para impressão, fornecidos em dois tamanho: A4 e A5 para poderes escolher qual o tamanho em que cada um deles te dá mais jeito;
  2. 20 separadores, para poderes organizar tudo ao teu jeito;
  3. 1 guia com 16 páginas de informação de apoio e dicas sobre organização, onde te explico como uso cada um dos planos e de que forma me resolvem os problemas que tenho na gestão do meu tempo.

Os planeadores e mapas do S.O.S. Organizar estão agrupados em 4 categorias: GERAIS, PESSOAIS, FAMÍLIA e CASA.

mapas

E ainda inclui um bónus para quem gosta de tricot e crochet que permite planear e acompanhar os projetos em execução!

Este é um produto digital que está disponível no Etsy para download imediato após pagamento via Paypal ou Cartão de Crédito. O ficheiro para download é uma pasta em formato .ZIP com 4,32MB de ficheiros .PDF.

E claro, os documentos fornecidos estão integralmente em PORTUGUÊS! Chega de Meal Planners, To Do List’s, Mensal Planners e afins! Aqui os dias da semana vão de 2ª a 6ª feira e o fim de semana tem um Sábado e um Domingo!

No S.O.S. Organizar vais encontrar:

  • Calendário 2015-2016-2017
  • Calendário Perpétuo
  • Datas Importantes
  • Mapa Anual
  • Planeador Diário Horizontal
  • Planeador Semanal Horizontal
  • Lista Mestra de Tarefas
  • Lista de Prendas
  • Notas
  • Orçamento Mensal
  • Planeador de projetos
  • Objetivos anuais
  • Check-List
  • Planeador de Refeições Semanal
    • 1 refeição por dia – Sopa, Prato e Sobremesa
    • 3 refeições por dia – Almoço, lanche e jantar
  • Hora dos remédios
    • 1 doente
    • 2 doentes
    • 3 doentes
    • Doente extra
  • Mapa de Comportamento
    • 1 criança
    • 2 crianças
    • 3 crianças
  • Plano de Festas
    • Ementa da festa
    • Plano da festa
    • Lista de convidados
    • Lista de compras simples
    • Lista de compras por categoria
  • Plano Mensal
  • Horário escolar
  • Lista de Compras
  • Mapa de Limpezas
    • Plano Anual
    • Quinzenais
    • Semanais
  • Ficha de receitas
  • Inventário de congelador
  • Inventário da despensa
  • Separadores
    • Mensais
    • Receitas
    • Projetos
    • Objetivos
    • Agenda
    • Casa
    • Escola
    • Pessoal
    • Outros

Todos estes documentos estão disponíveis tanto no formato A4 como no formato A5. Tu escolhes qual deles queres imprimir.

E ainda tem um bónus extra para quem é dado a trabalhos de crochet e tricot:

  • Planeador de projetos de tricot e crochet
  • Lista de projetos a fazer para o Natal
  • Cartão de acompanhamento da execução do projeto

Estes só em formato A4.

O S.O.S. Organizar está disponivel na minha Loja Etsy. Nunca fizeste compras no Etsy? O Etsy é uma plataforma de compras online que facilita o processo de compra e venda de bens. Mais do que facilitar torna este processo seguro. Mais seguro do que se o sistema de compras estivesse alojado aqui. Utilizar o Etsy como intermediário é uma forma de te proteger a ti e a mim de problemas gerados por pessoas mal intencionadas durante o processo de compra. O Etsy aceita pagamentos via Paypal e com cartão de crédito, mas mais uma vez, esta é a forma mais segura de fazer pagamentos online.

Comprar Agora

Se as compras online não são a tua praia, podes adquirir o S.O.S. Organizar por transferência bancária. Tens é de solicitar a compra por email para: mariana@meiasmarias.com para que eu te possa fornecer os dados para pagamento. Nota que o ficheiro ser-te-á enviado por email, mas só receberás o ficheiro após boa recepção do pagamento ou após recepção de um comprovativo de transferência válido, e deverás assegurar que a tua caixa de correio permite a recepção de um ficheiro deste tamanho.

E se tiveres alguma dúvida não existes em contactar-me.

Aceitas o desafio? Queres mais tempo de qualidade e o conforto de não sentires que os teus dias te deixam a sensação de seres um comboio à beira de descarrilar?

S.O.S. Organizar!

Bolo de Aniversário Princesa Pirata

Este foi o bolo que fiz para o 2º aniversário da Sofia. É uma princesa pirata bem fresquinha para o Verão!

pirate princess cake

Este bolo foi feito em período de férias por isso é de certa forma mais minimalista que os que normalmente faço. A princesa pirata foi moldada em pasta de açúcar e vestida a rigor.

princess pirate cake 3

O cabelo foi feito com um extrusor.

pirate princess cake 7

Neste bolo não apliquei a pasta de açúcar na totalidade do bolo. Apliquei apenas a lateral do bolo e o topo foi rematado com as flores rosa e com a “areia”. O efeito de areia é feito com bolacha (eu usei maria) ralada.

pirate princess cake 8

A árvore é feita em torno de um palito de espetada de madeira e as folhas foram cortadas a olho sem molde e depois trabalhadas. Foram feitas com alguma antecedência para poderem secar e manter a forma mas ainda assim foi preciso fazer muitos cocos por baixo das folhas para as segurar!

pirate princess cake 4

O bom dos bolos feitos nas férias é que podem ser feitos em família e todos ajudam! Como esta ancora, a apelar ao mar, moldada pela minha mãe e acabada com efeito metálico em prata comestível. Para além da prata o bolo levou também glitter comestivel nas tiras verticais. As flores também foram cortadas pelas minhas filhas, pela minha sobrinha do meio e pela minha tia. O meu marido também ajudou a estender a pasta de açúcar para eu poder ficar livre para a boneca!

pirate princess cake 5

Também não cobri a base do bolo com pasta de açucar. As bolas azuis também foram feitas a várias mãos e as estrelas coladas pela Mafalda! Mais uma vez a bolacha a servir de areia!

pirate princess cake 6 Já o bolo era de chocolate com receio de ganache de chocolate! E claro, com um grande tesouro de smarties escondido no interior!

DSCN3114_1 Este bolo é a receita do sucesso! Não há nada mais emocionante do que vez uma montanha de smarties desmoronar de dentro de um bolo! Resulta sempre!

E o bolo… esse foi talvez o melhor bolo de chocolate de sempre!

Princesa Pirata

DSCN3087_1

Nem acredito que já passaram dois anos. Chegaste sem aviso e tomaste por completo as nossas vidas de assalto. E ainda bem que o fizeste porque fazes todo o sentido em nós.

És divertida e brincalhona, tens muito sentido de humor, gostas de ser o centro das atenções. Por outro lado és teimosa q.b. e sabes bem defender os teus interesses. Amuas. Amuas muito mas de uma forma deliciosa. Tens mau feitio, muito mau feitio, herança minha certamente, porque é um mau feitio delicioso!

És mimada, naturalmente. És a filha mais nova e diz que os filhos mais novos são os filhos cool. Diz também que os filhos mais novos são os mais felizes, estupidamente felizes. E talvez seja mesmo verdade porque tu és estupidamente feliz… Contigo, a nossa experiência de pais de 3ª leva diz-nos que, um prato de sopa a menos não mata, uma mão cheia de terra na boca cria defesas, a chucha e a a fralda naturalmente deixarão de fazer parte da tua vida, e que com todo o tempo hàs-de aprender a fazer tudo. Sem stress nem pressa. Somos muito melhores pais para ti do que para as tuas irmãs, se não melhores pelo menos mais calmos! E a diferença que isso faz!

Em ti tudo é tempo para rir, para achar graça aos disparates, para descontrair, para gozar. As tuas irmãs ensinaram-nos o suficiente para sabermos o que nos espera e até onde é que faz sentido ir, por isso aproveitamos-te ao máximo, quem sabe se não és mesmo a última?

Falas muito. Com palavras que entendemos e com palavras tuas. Ralhas comigo. És a única que se acha nesse direito tão pequenina. Às vezes tens razão, eu preciso ser ralhada para te atender quando queres a minha atenção. Outras vezes é só mau feitio.

Quando te chamo para fazeres alguma coisa que não queres dizes-me para ter calma ou para esperar. Pões a mão bem aberta à tua frente para dar mais ênfase.

Naturalmente detestas ver as tuas irmãs a chorar. Detestas mesmo quando eu lhes ralho. Já aconteceu eu estar a ralhar com uma delas por te terem magoado ou por te terem tirem tirado um brinquedo e tu, assim que ouves o meu tom de voz, tomas automaticamente o partido delas e abraça-las com força, mesmo enquanto eu ralho para te defender a ti.

Tens um abraço doce e do tamanho do mundo e um sorriso de ouro.

Gostas de estar com os teus primos. Gostas de brincar e de ter companhia. Gostas muito de animais, sejam eles quais forem. Diz que és parecida comigo mas menos morena. Não sei dizer… Para mim és tu, e só tu que vejo quando te olho e te aprendo. E não há palavras para descrever o quanto mudaste a minha vida e o tanto sentido que ela ganhou depois de ti.

Fizemos uma festa com um bolo, claro! Ainda fui eu a escolher mas sei que o privilégio não é para durar! Por seres tu tão princesa e tão pirata em simultâneo fiz-te um bolo inspirado em piratas e no verão, mas numa versão de princesa.

Apesar dos teus dois anos adoraste o bolo, e comeste-o com satisfação!

DSCN3098_1

Bolo Princesa Pirata

E tiveste direito a um tesouro escondido dentro do teu bolo de chocolate! Adoraste e os teus primos também!

DSCN3114_1

Por falar em primos, deixa-me dizer-te o quão afortunada és. Tu, as tuas irmãs e os teus primos. É uma dádiva para vocês serem tantos e tão próximos. Esta imagem ficará sempre comigo, só é pena faltar a Francisca.

DSCN3122_1

Família também é isto e entre todos vocês não chegam a existir 7 anos de diferença. Daqui a pouco nem se nota. Rezo muito para que a vida não vos afaste e para que possam sempre contar uns com os outros. A mim fez-me bem.

E com isto, este meu bebé que foste vais deixando aos pouco de ser. E se por um lado me orgulho de ti e das tuas conquistas por outro lado deixa-me aquele amargo na boca… Mas é isto a vida!

E o que eu quero mesmo é que a vida te abençoe e te dê tudo na medida do que precisas e, acima de tudo, que nunca te deixe faltar nada. Parabéns minha filha!

Modelos Holland Design

O verão já chegou e com ele as férias e como é já habitual por aqui, é tempo de ir de férias, que o blog também precisa delas!

A Silly Season é mesmo assim e ao longo destes anos todos de blog descobri que não gosto dos meses de verão no blog. Em primeiro lugar porque o tempo está bom e não há desculpa para ficar em casa, em segundo lugar porque tu também não estás aí desse lado! Eu sinto menos pressão para produzir conteudos e não fico com a sensação de estar a excluir quem está de férias!

O verão é mesmo assim, viver ao máximo e aproveitar. O outono em breve estará de volta e nessa altura temos todo o tempo para retomar este espaço! Poder ser até que aconteça alguma coisa digna de reporte e, nesse caso, cá nos encontraremos. Doutra forma vamos mas é aproveitar estes meses de sol e praia.

Mas não quero fechar a temporada sem ter tudo em ordem e tenho um trabalho para te mostar que tenho vindo a adiar desde o inicio do ano. É que isto de ter um blog que assenta nas fotografias obriga a ter fotografias razoáveis, e neste caso não tenho.

O que te quero mostrar são duas camisolas em crochet que fiz para as miúdas. Na verdade fiz 3 mas, lá está, falharam as fotografias. Não só não houve tempo como não houve disponibilidade dos modelos fotográficos!

Os modelos de crochet são da Holland Designs, escritos em inglês americano, muito simples de fazer, embora seja necessário converter os pontos porque a terminologia deles é diferente da nossa.

O que eu gostos nestes modelos é que os pontos são muito diferentes do que normalmente vemos e as peças ficam a parecer tricotadas em vez de crochetadas, mas estes pontos são apenas variações dos pontos básicos e são mesmo simples e rápidos de fazer. Para mim, infinitas vezes mais rápidos do que em tricot.

Usei o modelo Peasant Top para fazer uma camisola para a Teresa e para a Mafalda.

crochet girl sweater

Mas acabei por alongar as mangas. As instruções não referem as mangas mas não vais ter qualquer dificuldade em acrescentar os pontos para as fazer. Na hora de fazer mangas fico sempre um bocadinho na dúvida. Por um lado porque gosto muito de mangas a 3/4 e por outro porque detesto mangas muito compridas em crianças, só atrapalham e acabam numa sujeira desgraçada.

Na camisola da Teresa deixei-as ficar a 3/4 mas acabei por achar que ficou um bocadinho com o ar de ser uma camisola um número abaixo do dela! E fiz a camisola às riscas porque não tinha lã de uma cor só que chegasse para fazer a camisola toda. Há alturas na vida em que temos de gastar as quantidades loucas de materiais que temos! E a ideia foi mesmo aproveitar o que já tinha em casa, e resistir à tentação de comprar mais lã!

Já na camisola da Mafalda (sem foto) optei por usar uma só cor que foi o preto e fiz as mangas compridas. Também na camisola da Mafalda optei por rematar a fita do pescoço com duas flores grandes em crochet para lhe acrescentar um pouco mais de graça. A escolha da lã em preto foi só porque tinha quase um quilo de lã preta nas minhas prateleiras e achei que ela já tinha tamanho para gastar parte dela!

Já para a Sofia optei por um casaco mas cometi o erro básico que foi escolher o tamanho de forma optimista. Ou seja quando comecei a fazer o casaco a Sofia tinha acabado de fazer 1 ano por isso eu escolhi o tamanho 18 meses. É claro que pela altura em que o acabei ela já quase que tinha tamanho para usar o de 2 anos. O que significa que o usou poucas vezes até porque depois o frio chegou em força e este casaco já não serve para o frio do Montejunto.

O modelo é o SHAWL COLLARED CARDIGAN e é sem dúvida um modelo a repetir.

girl crochet sweater

O modelo pede as mangas curtas e eu, para acabar a lã roxa, alonguei-a um pouco mais mas já não chegou a manga comprida! Também é muito fácil de fazer e olhando para o modelo parece bem mais complicado do que na verdade é.

Melhor feito que perfeito e as minhas filhas ainda estão na fase de se sentirem mimadas com estas coisas, por isso para mim é sempre uma enorme recompensa vê-las contentes a usar as coisas que lhes faço.

Dá uma espreitada a estes modelos. O bom é que também tem coisas para meninos, para as mães de meninos não terem desculpa.

Vá, aventura-te! O verão está a chegar e está mesmo a pedir um projeto a uma agulha! E se precisares de orientação ou umas dicas, eu estou por aqui.

Moldes de Costura Mccall’s 6496 & Mccall’s 6685

Uns bebem para esquecer. Eu coso. Como se não houvesse amanhã.

Passou pouco mais de um mês desde que me decidi por esta empreitada, e não fosse precisar mesmo de ter a cabeça ocupada num projecto megalómano, não me tinha deitado a isto. Mas as coisas são como são e um casamento é um casamento.

Ao longo deste mês partilhei no facebook algumas fotos do andamento do processo, mas porque as fotos são fraquinhas e porque não acrescentam grande valor, ficou pelo facebook, e só agora é que dá um post.

Então voltamos ao final de Abril, altura em que recebi um convite para um casamento e meti na cabeça que havia de fazer os vestidos das miúdas. 3 vestidos em pouco mais de 1 mês foi o desafio.

O primeiro passo foi escolher o modelo do vestido. Como as minhas decisões nestas matérias são quase sempre impulsivas, gosto de comprar moldes de costura que possam ser comprados em formato digital, na hora em que decido, sem ter de esperar pelo correio, e para poder começar a trabalhar logo, no fogo da paixão.

É claro que nestes moldes de costura digitais, apesar de serem mais baratos do que os que vêm em papel, temos de imprimir tudo em folhas A4 (eu não tenho impressora A3) e depois colar tudo com fita cola para montar aquelas folhas gigantes dos modelos.

Há já muitos anos que compro os modelos na SewingPatterns.com, têm imensas marcas de modelos, dos mais fáceis aos mais complicados. Tem roupa de senhora, homem, criança, acessórios, elementos de decoração da casa, aventais, bonecos… Tem tudo. E tem também um apoio ao cliente fora de série.

O processo é fácil e rápido. Depois da compra é criada uma conta de utilizador numa aplicação online que depois instala um pequeno software no computador que permite criar um ficheiro pdf do modelo fraccionado. Esta aplicação permite depois imprimir o ficheiro com toda a comodidade. Segue-se a fase muito chata de colar tudo em colunas e linhas para formar a tal folha grande e daqui para a frente é só usar.

Podes cortar directamente as peças que precisas, porque o sistema não tem cópias limitadas e o ficheiro é teu para sempre. Se voltares a este modelo podes imprimir tudo outra vez. Ou então usa papel vegetal para copiares os moldes.

Eu escolhi dois modelos, e por acaso, eram os dois da Mccall’s. Trabalhei com o m6685 e com o m6496. Mas acabei por misturar as partes! Queria fazer 3 vestidos diferentes mas com elos de ligação. Assim, o da Mafalda é a versão integral da vista D do modelo 6685, que é a que está na foto. Já para a Teresa usei o mesmo corpete mas com a saia da vista C do modelo 6496.

mccalls6685

MCCALL’S 6685

mccalls6496

mccalls6496

A Sofia teve direito a uma mistura do corpete da vista A com a saia da vista B do modelo 6496. Foi uma alegria juntar as partes!

Os tecidos foram comprados na Tecidos.com.pt, não é a minha loja preferida de todos os tempos, mas tem bons tecidos e uma boa variedade de tipos de tecidos. É fácil encontrar materiais e padrões que não se encontram nas lojas de rua, e está sediada na Europa (Alemanha), o que simplifica a coisa das alfandegas. Ainda assim, estando na Alemanha demora, na melhor das hipóteses uma semana inteira a chegar às nossas mãos. Os portes não são descabidos mas podia ser mais rápido todo o processo de expedição e envio.

E para grande espanto meu consegui completar os 3 vestidos dentro do prazo que me propus, o que soube lindamente, embora tenham existido alturas em que duvidei que fosse conseguir.

O que não consegui fazer foi uma bela sessão fotográfica com as minhas modelos. Só fotografei mesmo no dia do casamento, que foi no Alentejo, debaixo de um calor absurdo, e elas estavam entediadas e sem disposição para poses!

DSCN3007_1

Vistas de costas não parecem tão aborrecidas!

DSCN2988_1

A Sofia estava por conta dela, e desde que a deixassem cirandar estava sempre bem disposta!

DSCN2995_1 DSCN2997_1

Aprendi muita coisa neste processo e trabalhar com este tipo de tecidos rendados foi um desafio. A sorte é que estes tecidos abafam naturalmente as imperfeições. Uma das coisas que me surpreende sempre é a forma como somos tão exigentes com a perfeição das costuras das coisas que fazemos, e depois somos capaz de dar uma barbaridade de dinheiro por uma peça de roupa e se formos ver as costuras ao pormenor, parecem cosidas por um bêbado ou um cego!

Da próxima vez tenho de ser menos trapalhona nos cortes. É que o entusiasmo e a vontade de começar a coser faz com que no fim seja preciso desmanchar e acertar. Como quando cheguei aos fechos e não conseguia alinhar as partes esquerda e direita de modo a ficar certinho! Ainda me valeu a minha mãe a explicar-me como é que a minha avó trabalhava os franzidos das saias! Sempre a aprender.

Fiquei muito feliz com os 3 vestidos e ainda bem que me propus a fazê-los. Se tivesse de escolher um como o meu preferido escolhia o da Sofia! Não sei se é de ser mais pequenino, se é de ter mais cores, mas é sem dúvida o meu preferido. E tu? Qual eleges?

As 4 fases do Luto

IMG_20150615_102354

Disseram-me que devo fazer o luto.

Acho que nunca fui boa nisto e sempre acreditei que de uma forma ou de outra, o tempo trata disso, melhor ou pior. Mas como nunca me disseram que eu devia fazer luto, estou a dar o beneficio da dúvida, e se calhar é mesmo isso que eu preciso.

Nesta minha tentativa de fazer o luto, precisei de perceber o que é afinal isto do luto. Parece que se aplica também a outras perdas, que não só as perdas daqueles que nos são importantes.

A verdade, e se calhar é por isso que isto me é difícil e confuso, é que eu não perdi nada. Mas não tendo perdido nada tudo mudou. Ou está a mudar. Ou já mudou mas continua a mudar.

Neste processo o meu sonho morreu, deixei de acreditar, vi coisas que pensei que a história já tinha ensinado, e vi outras coisas que me chocaram para além do que as palavras podem expressar. E claro, perdi a vontade e a motivação para continuar neste caminho.

E diz que preciso fazer o luto de tudo isto.

Diz também que o luto tem 4 fases: a negação, a raiva, a depressão e a aceitação.

Acho que ainda estou na negação, porque tudo me parece demasiado surreal para ser verdadeiro e continuo à espera que alguém chegue e ponha cobro a isto. Mas sei que isso não vai acontecer, embora permaneça sempre essa esperança que tudo volte ao que era. Depressa se faz favor.

Raiva não senti nunca. Espanto, incredulidade e uma certa angústia associada sempre à sensação de impotência de não poder fazer nada. NADA.

A depressão chega mais logo, quando deixar este lugar para entrar noutro que me é estranho. Quando tiver que sorrir e segurar a compostura profissional em frente a pessoas que (ainda) não me são nada. Quando tiver de me forçar a empenhar-me na construção de relacionamentos que não me apetece construir. Quando finalmente pesar a distância destas outras pessoas que foram a minha família durante 6 anos. Quando o corpo se ressentir da distância cada vez maior. Quando tudo for novo e desconhecido. Aí sim, chega a depressão. Por agora só uma tristeza imensa que se esconde o melhor que se pode. Chorar é tão inútil.

E depois há-de ser tudo normal outra vez. As coisas redefinem-se e assentam, e eu adapto-me e evoluo e, com sorte aprendo mais qualquer coisa. Por essa altura creio ter chegado a aceitação.

Por agora é esta tristeza imensa, esta falta de vontade das horas que se seguem.

Mas é, para mim, hora de fechar esta porta, e isso é mais uma coisa que eu não posso mudar.

Desejem-me sorte.

Spa para bebés

Dou por concluída (por agora) a feitoria de prendas para bebés. Depois de mantas e fraldas, e porque este era um outro bebé, entrei noutros territórios e fui explorar a hora do banho.

baby first spa

Um puff de de banho super macio.

pouf de crochet

E 4 paninhos lava bebés!

lava bebés 1

E são tão macios como parecem!

lava bebés 2

Agora é tempo de encerrar o crochet e voltar à costura. O que será que aí vem? Consegues adivinhar?

Manta de bebé em crochet

Todo o bebé precisa de um aconchega bebés, quer seja um quilt ou uma manta de lã. E eu vou alternando entre oferecer quilts e oferecer mantas de lã.

E desta vez a manta é mesmo de lã, feita em crochet com o ponto harlequim. É mesmo muito simples de fazer e não cansa nada. Resulta com todas as cores e mesmo em mantas para gente crescida! Embora na fotografia as riscas estejam na vertical o trabalho é feito ao contrario, na horizontal!

DSCN0420_1

Eu continuo na onda dos azuis e desde a manta da Sofia que fiquei fã da combinação do cinzento com o amarelo e o branco. Na verdade este esquema de cores é igual ao da manta da Sofia mas os 3 tons de roxo e rosa foram substituídos por azuis!

Para terminar fiz um bordo simples só com umas conchas no azul mais forte e o remate em ponto baixíssimo em amarelo para dar mais relevo. O bom deste bordo é que se funde lindamente com a manta.

DSCN0425_1

Este é um aconchega bebés muito fofo e macio, é suficientemente grande para embrulhar um bebé e suficientemente pequena para ser facilmente transportável com o bebé!

DSCN0434_1 DSCN0432_1

Tenho a sensação que este é um projeto a repetir.

É ou não é uma prenda perfeita para um recém nascido?

E se quiseres arriscar tu também, podes usar o meu tutorial para este ponto!

Ponto Arlequim