4

* *

Faz hoje 4 anos que renasci. Faz hoje 4 anos que nasceste. Não há coincidência. Nasceste tão grande como a missão que trazias e assim que te puseram no meu peito foi isso mesmo que vi, a tua grandeza.

Não sei se te sei explicar mas trouxeste contigo o que me faltava. Devias ter trazido o caos e a confusão à nossa casa mas fizeste o oposto. És a cola que nos une. Por isso te digo, é grande essa tua tarefa.

E contigo sou uma outra mãe, nisso tens mais sorte que as tuas irmãs. Embora sejas sempre original na forma como vives as tuas etapas e superas os teus desafios, és a terceira, o que faz com que já saibamos dar valor ao que tem valor, e deixar ir o que sabemos que é passageiro.

És divertida! Quem havia de dizer que aos 4 já sabes usar o humor, fazer piadas e brincar com as situações! Tenho para mim que farás tanto ou melhor uso do sarcasmo que a tua mãezinha… Mas a verdade é que não tens a quem sair sisuda.

Amuas com facilidade e és a única que é capaz de me virar as costas numa birra, enfiar a cabeça numa almofada e ignorar que eu estou ali. Às vezes fazes mesmo de conta que não me vês nem me ouves e nem me respondes. O que mostra bem esse teu temperamento de leoa. É claro que me zango.

Quando as coisas te correm bem és um doce de criança. Meiga como só tu sabes ser. Tens um abraço forte e um beijo doce e eu não prescindo de nenhum.

Gostas das tuas irmãs e, como seria de esperar, não gostas de estar longe delas. Quando calha estarem separadas pareces uma flor a definhar lentamente. Dói só de ver.
E zangas-te com elas, não aceitas que te obriguem a fazer o que não queres e, quando chegam a extremos não tens qualquer medo de levantar a mão e resolver a disputa. Contigo não fazem farinha, o que é bom!

Cantas e danças como se não estivesse ninguém a ver e este ano começaste a ter aulas de ballet. Surpreendentemente (para mim) o ballet é natural em ti e não há quem não repare no jeito como dobras as pontas do pé ou a forma como manténs as costas bem direitas enquanto caminhas em bicos de pés. E claro, ficas adorável de cor de rosa.

Continuas a ser o maior pesadelo das nossas gatas mas não porque sejas má para elas. É precisamente ao contrário! O teu amor sufoca-as, literalmente!

Comes um pouco de tudo e és gulosa que baste. Aqui nunca tivemos grandes preocupações.

Acompanhas bem as brincadeiras das tuas irmãs, quer seja a escola da Mafalda que já te ensinou tanta coisa, ou as infinitas cidades, vilas e histórias da Teresa e dos seus legos e Playmobil.

Vês pouca televisão, e tirando a Patrulha Pata, pouco coisa te prende lá. Mas por outro lado se o youtube foi inventado para alguém, esse alguém és tu. Canções infantis, pessoas a fazer plasticinas, videos de pessoas a abrir ovos de surpresas e outras coisas igualmente improváveis, são a tua perdição. Melhor que pipocas!

Também gostas da bicicleta e montas o circo com os teus patins, porque te deixas cair de propósito e isso te faz rir, mas só porque a tua queda está bem segura nas nossas mãos. Se caísses a sério já não achavas tanta graça!

És uma criança feliz e cheia de vida e é assim mesmo que deve ser.

Este é para mim (e para ti) um ano de viragem porque estes são os últimos meses que te vou ter assim pequenina… A caminho dos 5 vais deixando para trás esta Sofia para deixares vir uma outra Sofia, e mesmo com toda a saudade que já tenho quero que saibas que estou aqui, de braços e coração aberto para te aprender, conhecer e amar até depois do meu corpo morrer.

Parabéns Pessoa Pequenina.

Tagged . Bookmark the permalink.

2 Responses to 4

  1. Isabel Lhamas says:

    Lindo !!!
    Os anos do meu filho passaram tão depressa. Se fosse agora teria registado também coisas deste género nos anos dele…
    Acho que só tive tempo e oportunidade na passagem do Infantário para a Primária e desta para o 5º ano. Depois o tempo passou a correr muito…
    Ele casou no passado dia 22 de julho e ainda não voltaram da lua de mel.
    Estou cheia de saudades deles!

    • mariana says:

      Obrigada Isabel!
      O tempo passa mesmo a correr e cada minuto é de ouro.
      Parabéns pelo seu filho, que sejam muito felizes!
      E qualquer dia, sem se saber bem como, chego lá eu 🙂
      Beijinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *