Moldes de Costura Mccall’s 6496 & Mccall’s 6685

Uns bebem para esquecer. Eu coso. Como se não houvesse amanhã.

Passou pouco mais de um mês desde que me decidi por esta empreitada, e não fosse precisar mesmo de ter a cabeça ocupada num projecto megalómano, não me tinha deitado a isto. Mas as coisas são como são e um casamento é um casamento.

Ao longo deste mês partilhei no facebook algumas fotos do andamento do processo, mas porque as fotos são fraquinhas e porque não acrescentam grande valor, ficou pelo facebook, e só agora é que dá um post.

Então voltamos ao final de Abril, altura em que recebi um convite para um casamento e meti na cabeça que havia de fazer os vestidos das miúdas. 3 vestidos em pouco mais de 1 mês foi o desafio.

O primeiro passo foi escolher o modelo do vestido. Como as minhas decisões nestas matérias são quase sempre impulsivas, gosto de comprar moldes de costura que possam ser comprados em formato digital, na hora em que decido, sem ter de esperar pelo correio, e para poder começar a trabalhar logo, no fogo da paixão.

É claro que nestes moldes de costura digitais, apesar de serem mais baratos do que os que vêm em papel, temos de imprimir tudo em folhas A4 (eu não tenho impressora A3) e depois colar tudo com fita cola para montar aquelas folhas gigantes dos modelos.

Há já muitos anos que compro os modelos na SewingPatterns.com, têm imensas marcas de modelos, dos mais fáceis aos mais complicados. Tem roupa de senhora, homem, criança, acessórios, elementos de decoração da casa, aventais, bonecos… Tem tudo. E tem também um apoio ao cliente fora de série.

O processo é fácil e rápido. Depois da compra é criada uma conta de utilizador numa aplicação online que depois instala um pequeno software no computador que permite criar um ficheiro pdf do modelo fraccionado. Esta aplicação permite depois imprimir o ficheiro com toda a comodidade. Segue-se a fase muito chata de colar tudo em colunas e linhas para formar a tal folha grande e daqui para a frente é só usar.

Podes cortar directamente as peças que precisas, porque o sistema não tem cópias limitadas e o ficheiro é teu para sempre. Se voltares a este modelo podes imprimir tudo outra vez. Ou então usa papel vegetal para copiares os moldes.

Eu escolhi dois modelos, e por acaso, eram os dois da Mccall’s. Trabalhei com o m6685 e com o m6496. Mas acabei por misturar as partes! Queria fazer 3 vestidos diferentes mas com elos de ligação. Assim, o da Mafalda é a versão integral da vista D do modelo 6685, que é a que está na foto. Já para a Teresa usei o mesmo corpete mas com a saia da vista C do modelo 6496.

mccalls6685

MCCALL’S 6685

mccalls6496

mccalls6496

A Sofia teve direito a uma mistura do corpete da vista A com a saia da vista B do modelo 6496. Foi uma alegria juntar as partes!

Os tecidos foram comprados na Tecidos.com.pt, não é a minha loja preferida de todos os tempos, mas tem bons tecidos e uma boa variedade de tipos de tecidos. É fácil encontrar materiais e padrões que não se encontram nas lojas de rua, e está sediada na Europa (Alemanha), o que simplifica a coisa das alfandegas. Ainda assim, estando na Alemanha demora, na melhor das hipóteses uma semana inteira a chegar às nossas mãos. Os portes não são descabidos mas podia ser mais rápido todo o processo de expedição e envio.

E para grande espanto meu consegui completar os 3 vestidos dentro do prazo que me propus, o que soube lindamente, embora tenham existido alturas em que duvidei que fosse conseguir.

O que não consegui fazer foi uma bela sessão fotográfica com as minhas modelos. Só fotografei mesmo no dia do casamento, que foi no Alentejo, debaixo de um calor absurdo, e elas estavam entediadas e sem disposição para poses!

DSCN3007_1

Vistas de costas não parecem tão aborrecidas!

DSCN2988_1

A Sofia estava por conta dela, e desde que a deixassem cirandar estava sempre bem disposta!

DSCN2995_1 DSCN2997_1

Aprendi muita coisa neste processo e trabalhar com este tipo de tecidos rendados foi um desafio. A sorte é que estes tecidos abafam naturalmente as imperfeições. Uma das coisas que me surpreende sempre é a forma como somos tão exigentes com a perfeição das costuras das coisas que fazemos, e depois somos capaz de dar uma barbaridade de dinheiro por uma peça de roupa e se formos ver as costuras ao pormenor, parecem cosidas por um bêbado ou um cego!

Da próxima vez tenho de ser menos trapalhona nos cortes. É que o entusiasmo e a vontade de começar a coser faz com que no fim seja preciso desmanchar e acertar. Como quando cheguei aos fechos e não conseguia alinhar as partes esquerda e direita de modo a ficar certinho! Ainda me valeu a minha mãe a explicar-me como é que a minha avó trabalhava os franzidos das saias! Sempre a aprender.

Fiquei muito feliz com os 3 vestidos e ainda bem que me propus a fazê-los. Se tivesse de escolher um como o meu preferido escolhia o da Sofia! Não sei se é de ser mais pequenino, se é de ter mais cores, mas é sem dúvida o meu preferido. E tu? Qual eleges?

Tagged , , , . Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *