2 Bolos – 1 Festa

   DSC_0225_1

Novembro é o mês dos bolos e das festas. Com as duas primeiras a fazer anos é tudo a duplicar.

Já Setembro, para além de recomeços e primeiras vezes, é também mês de aniversários. Um dos 8 aniversários que há este mês na nossa família é o do Pai da casa, e tal como prometido à pequena Sofia houve festa grande com toda a familia para celebrar o seu primeiro aniversário em conjunto com o do Pai.

E não há festa sem bolo e eu estou a ficar pro nesta coisa de fazer dois bolos para cada festa! E como tudo melhora com a prática está a ficar cada vez mais fácil fazer um bolo e decorá-lo. E a verdade é que adoro.

A vantagem de ser o 1º aniversário da Sofia é que ela não opina sobre o bolo e assim não houve princesas, monstras ou outras personagens dos desenhos animados! Por isso deu para esticar a criatividade e perder o medo da modelagem. O bebé ficou irresistível e até a Teresa queria enchê-lo de beijinhos. Não foi nada difícil de fazer, pensei que ia correr pior.

A decoração não é das mais complexas e não é muito exigente em termos de tempo mas o resultado final é excelente e delicioso para os olhos.

Já a massa do bolo também estava deliciosa, a minha receita de estimação de bolo de baunilha com recheio de chocolate! Esta está sempre garantida!

DSC_0233_1

Já o Pai da casa decidiu trocar-me as voltas ao querer um bolo “desses giros que tu fazes para toda a gente”. Ora honestamente não estava nos meus planos mas vá que ele merece bem o meu esforço! Só que eu estou formatada para coisas de menina e se já acho que coisas de menino é difícil então de homem feito pior!

Mas como ele é o meu jeitoso (e na verdade é um homem bem jeitoso) lá lhe fiz uma caixa de ferramentas (em modo de agradecimento do trabalho e do empenho que ele tem no nosso lar).

Este sim foi trabalhoso. Não sei se tanto pelo bolo mas porque a pasta de açúcar cinzenta estava péssima de trabalhar e não tinha elasticidade nenhuma, por isso podia ter ficado mais perto de perfeito do que ficou.

DSC_0208_1

Ainda assim o bolo ficou inteiro até à hora de ser partido. Este bolo era de chocolate com curd de morango como recheio. Não desgostei da massa de chocolate mas acho que vou continuar à procura da minha formula mágica para o bolo de chocolate. Até aqui tenho gostado de muitas mas ainda nenhuma me fez parar de procurar.

E tu? Tens uma receita de bolo de chocolate infalível daquelas de comer e chorar por mais que recomendes?

Organizar o regresso às aulas

Que Setembro é mês de recomeços já todos sabemos. Mas para uns Setembro é também mês de primeiras vezes, ou ainda de recomeços na forma de primeira vez.

Para a Sofia é uma primeira vez na escola. Para a Teresa (e para mim) é um recomeço da escola mas, numa escola nova, por isso é a também uma primeira vez. Deixo o balanço deste (re)começo para mais tarde, quando tiver informação em quantidade suficiente para vos poder fornecer uma estatística exacta deste (in)sucesso. Sobre a Mafalda veremos mais tarde!

Da expressão delas percebe-se que a Sofia está igual a todos os outros dias como seria de esperar, não faz ideia do que o dia de hoje traz de diferente. Já a Teresa…

DSCN2317_1

Para mim é também um recomeço à organização do tempo e das rotinas das mochilas, agora com mais um nível de dificuldade! Começa a ser difícil não me esquecer de tudo o que cada uma delas precisa 🙂 e além do mais, é o pai que as deixa na escola por isso este ano começa com um novo sistema de “aviso à navegação”, que funciona na porta do nosso frigorifico!

DSCN2324_1

Assim sabemos sempre o que precisamos, o que já preparamos e o que falta preparar! Fica a faltar a Mafalda, mas como o recomeço dela é mais tarde, depois afinamos o sistema!

Outra das coisas habituais nesta altura do ano, para além de forrar livros escolares, é etiquetar tudo o que as miúdas levam para a escola, o que é sempre tão aborrecido. Não é uma coisa me divirta muito fazer, até porque há coisas que passam de umas para as outras e não gosto nada de marcar a roupa com o nome da Mafalda e uns anos mais tarde ser a Teresa (ou a Sofia) a usá-la.

Mas vá, as coisas têm de ir marcadas ou eventualmente acabam por ser trocadas com os pertences de outras crianças, por isso tenho sempre tendência a fazer umas etiquetas bonitas e umas impressões em papel transfer para fazer etiquetas de tecido para as roupas. Este ano usei os elementos digitais da BitsO’Scrap e fiz estas etiquetas para as coisas das mais pequenas:

DSCN2326_1

Assim parece-me que encontro um bocadinho mais de motivação e menos de repulsa para marcar as coisas!

E claro, não podia iniciar o ano sem partilhar contigo este gráficos para que os possas usar nas coisas das tuas crianças. Assim organizar fica mais fácil e sobretudo muito mais divertido.

Reuni para ti estes elementos numa pasta .ZIP (1.42MB) que podes descarregar

Planeadores Regresso às Aulas

4 ficheiros de etiquetas em formato .jpeg que poderás redimensionar em função das tuas necessidades

2 ficheiros de check list em formato .jpeg para redimensionares como te der mais jeito e um ficheiro .PDF com as duas listas numa folha A4 para impressão direta.

Esta tarefa está semi concluída e vá que até está bonitinha! Para além destas listas e das etiquetas tens também uma lista de tarefas, uma lista de compras e uma planificação de ementas semanais aqui no site para usares sem restrições! Qualquer dia “lavo-lhes a cara”!

Boa organização e bom regresso às aulas!

Bolo de Aniversário História de Uma Vida

Setembro é uma espécie de Janeiro mas a sério. Setembro é todo o recomeço do ciclo: dizer adeus às férias e até para o ano, recomeçar a escola, reorganizar as rotinas, organizar material escolar e mochilas e roupas e sapatos e tudo o que elas precisam. É começar a pensar no frio que há de vir e no que calor que ainda quer ficar e articular o fresco das manhãs e dos finais de tarde com o calor abrasador do meio dia.

Setembro é também o mês de regressar ao blog… Agosto é um tédio… E escrever num blog em Agosto é muito o mesmo que falar numa sala enorme e …deserta.

E a verdade é que com este recomeço tenho muita coisa (alguma coisa, vá) para vos mostrar!

E começo com um bolo! Há lá maneira mais doce de começar?!

Não é um bolo qualquer! É um bolo de aniversário “História de Uma Vida”. É um bolo com 1,2 metros de comprimento dividido em 3 partes que “encaixam”. Foi esta a maneira que eu encontrei de fazer um bolo que desse para ser transportado para o local da festa! Este bolo conta a história da vida do aniversariante com alguns marcos em datas significativas, e claro, era impossível por tudo! Ainda assim tem o nascimento, o nascimento dos irmãos, filhos e netos, o casamento (e também o dos filhos) a ida e o regresso da guerra nas ex-colónias, as mortes dos pais e outros pormenores que ajudam a contar esta história. E resumir 70 anos de uma vida cheia não é fácil!

Estão presentes 3 massas diferentes de bolos: baunilha com recheio de chocolate, baunilha com recheio de morango e cakepop de doce de leite, tudo bem caseiro e delicioso e não sobrou quase nada 🙂 É um bolo com muito trabalho de pormenor e grande e por isso o preço de venda ronda os 200€ mas vale bem a pena porque não só é uma delicia mas também porque é uma prenda que ninguém esquece, nem mesmo o meu sogro que ficou tão, mas tão sensibilizado com o bolo e tão surpreendido pela forma como transpus a vida dele num bolo! Não só pelo bolo, mas também pela presença de toda a família, este é um aniversário que nenhum de nós vai esquecer, e ainda bem, porque no final do dia é isso que importa.

DSC_0130_1

DSC_0137_2

DSC_0137_3

DSC_0138_2 DSC_0142_2 DSC_0152_2 closeup